sábado, 27 de junho de 2009

Pra garantir o controle?

Não há mais espaço para o sarcasmo, hipocrisia ou o baile de máscaras dentro das empresas. Uma geração chamada " Y " está chegando ao mercado de trabalho e vai quebrar todas as antigas regras e hierarquias. Essa geração já nasceu digital. Não conhecem um mundo sem a internet, sem o Google, sem o MSN e as comunidades de relacionameno. Publicam suas opiniões e se conectam em ondas de influência e interlocução infinitas.

Essa geração não vai entender organizações fechadas - sem voz interna, sem agilidade de respostas, onde o mural de avisos virou paisagem pois é um amontoado de notas velhas e inúteis. Ou onde a intranet é um amontoado de dados sem espaço para a interatividade.

Com essa geração não vai haver uma "rádio corredor", caso a comunicação na empresa seja de mão única. Ela vai ser a espiral permanente de notícias para o mundo. Dos corredores dos escritórios sisudos para fora, com direito à vídeo feito pelo celular e publicado no You Tube. Incontrolável, mesmo que alguns líderes queiram controlar como fazem com a edição do "jornalzinho" interno (aquele que nunca tem uma frequência de publicação respeitada porque tem sempre uma "última" mexidinha no texto, só para garantir o "controle".

2 comentários:

Teteu disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ocappuccino disse...

Realmente, mas esta nova geração Y ainda não tem o controle, nao tem cargos de decisão, salvo alguams excessoes, entao ou há uma revolução interna vertical (de baixo para cima) ou a geração Y continuara com seu twitter, blog e outras redes particulares pensando como seria util estas ferramentas na empresa.

Abraços Gaulia,
Mateus d'Ocappuccino